Assessor(a) Técnico(a) para Projeto de prevenção e redução da gravidez não intencional na adolescência nos municípios do oeste do Paraná

(Foz do Iguaçu) Assessor(a) Técnico(a) para o UNFPA: Projeto de prevenção e redução da gravidez não intencional na adolescência nos municípios do Oeste do Paraná

20 Novembro 2018

Foz do Iguaçu, Brasil

Vaga: Assessor (a) Técnico (a) para o UNFPA: Projeto de prevenção e redução da gravidez não intencional na adolescência nos municípios do Oeste do Paraná
Área: Foz do Iguaçu/Brasil
Prazo para candidatura: 20 de novembro
Tipo de contrato: Service Contract (SC)

Para saber mais e se inscrever basta acessar o site. O formulário P11 está disponível em anexo.

 

No âmbito do Projeto de Prevenção e Redução da Gravidez não Intencional na Adolescência nos municípios do oeste paranaense o (a) assessor (a) técnico (a) deverá:

(a) Participar ativamente na equipe de implementação das ações do projeto, em diálogo com a equipe de projeto localizada em Foz do Iguaçu, com ITAIPU Binacional e com o escritório do UNFPA em Brasília, sob orientação e supervisão do escritório do UNFPA em Brasília.

(b) Analisar e desenvolver subsídios para a gestão e implementação do projeto, incluindo aportes técnicos, logísticos, articulação e outros, em todas as fases do projeto;

(c) Trabalhar com parceiros nacionais e subnacionais para construir entendimentos comuns e atividades de projeto coordenadas;

(d) Providenciar uma constante produção e sistematização das informações necessárias para produção de instrumentos de relatoria, monitoramento, análises de contexto, mapeamento de atores e outros aspectos relevantes ao projeto, conforme solicitado.

Atividades a serem desempenhadas:

1) Contribuir na administração e atuar na implementação do projeto, incluindo aspectos técnicos, logísticos, de articulação e outros, em todas as fases do projeto; 

2) Produzir cronogramas, minutas de planos de trabalho, relatos estratégicos para organização, planejamento e monitoramento das atividades do projeto;

3) Participar de reuniões preparatórias com as equipes e quaisquer outros encontros necessários para implementação e monitoramento do projeto;

4) Oferecer subsídios necessários para diagnósticos, mapeamento de dados sociodemográficos, apresentações gráficas ou outros levantamentos e apresentações solicitados,

5) Sistematizar informações referentes à gestão do projeto para registro e compartilhamento com as equipes, bem como produzir subsídios e análises para o desenvolvido de um modelo que poderá ser eventualmente replicado em outras localidades;

6) Atuar na comunicação e articulação junto aos municípios que aderiram ao projeto, gestores (as), tomadores (as) de decisão, consultores (as) e demais atores relevantes;

7) Contribuir nas atividades em parceria com a equipe que estará sediada em Foz do Iguaçu - PR para ações relacionadas ao projeto;

8) Atender as equipes e os parceiros com relação às suas demandas operacionais, técnicas e procedimentais;

9) Realizar visitas in loco a municípios e escritórios, conforme necessidade do projeto;

10) Atuar na elaboração de documentos diversos, como notas técnicas, talking points, briefings, relatórios e apresentações multimídia;

11) Atuar na elaboração de termos de referência ou especificações técnicas para serviços de consultoria e outros serviços, assim como bens/equipamentos a serem adquiridos no âmbito do projeto;

12) Participar de seminários, encontros, reuniões e/ou outros, socializando dados, informações e análises, em conformidade com a visão, o mandato do UNFPA e o documento de projeto, sempre que solicitado;

13) Contribuir junto à equipe para o cumprimento integral das operações com as normas, regras e políticas do UNFPA e de ITAIPU Binacional, quando aplicável, na implementação de estratégias operacionais;

14) Quaisquer outras atividades dentro da área de atuação correspondente que venham a contribuir com a operacionalização do projeto.

Monitoramento e Avaliação:

O processo de monitoramento e controle do andamento da implementação do projeto deverá ser realizado de maneira continuada. O (A) assessor (a) técnico (a) deve buscar propor formas de registro do andamento do projeto. Para tanto, deverá participar das reuniões de elaboração de instrumentos de análise e registro referentes aos processos de implantação do projeto. Deverá registrar os processos de acompanhamento e desenho de estratégias de projeto, com foco nas ações de comunicação.