News

Secretaria Nacional de Juventude, Conjuve e UNFPA preparam lideranças jovens para participação em fóruns internacionais

2 Dezembro 2014

O II Seminário de Juventude e Política Internacional começa hoje em Brasília e reúne jovens de todo o Brasil

Brasília (DF), 02 de dezembro de 2014 – O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), e o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) realizam em Brasília, de hoje até o dia 04 de dezembro, o II Seminário de Juventude e Política Internacional.

A ideia dos organizadores é promover troca de experiências e preparar jovens lideranças para participarem de reuniões e fóruns internacionais, para que os temas relacionados à juventude sejam garantidos nesses espaços, e em especial nas agendas para o desenvolvimento pós-2015.

O seminário contará com a participação de 45 jovens de várias partes do Brasil, muitos dos quais com experiência em fóruns internacionais.

No programa, serão discutidos temas como: “A incidência de jovens nos processos multilaterais”, “Entendendo os processos Regionais e Identitários” e “Entendendo o Sistema ONU”; além de painéis onde os participantes vão poder compartilhar suas experiências de participação nos fóruns multilaterais de discussão.

Para a oficial de programa do UNFPA, Anna Cunha, é preciso garantir espaços e condições de participação aos jovens e às jovens, para atuarem na defesa das necessidades e expectativas da juventude, com especial ênfase nas agendas de desenvolvimento pós-2015. Por isso, “a nossa ideia é reunir jovens lideranças para abordar a participação da juventude, de forma a propiciar sua articulação, facilitar o intercâmbio de experiências e fortalecer sua incidência em processos e em eventos internacionais”.

Thais Zimbwe é uma das jovens que participará do II Seminário de Juventude e Política Internacional. Ela representou o Brasil no Fórum Global de Juventude, realizado no ano passado - a primeira iniciativa global do processo de Revisão do Plano de Ação da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD). Thaís destaca que a Declaração redigida pelos jovens em Bali foi uma enorme conquista, além de representar muitas possibilidades de trabalho para os países.

E o que os jovens querem? – As Nações Unidas e organizações parceiras promoveram uma pesquisa mundial, a pesquisa “Meu Mundo”, através da qual cerca de 597 mil jovens com idades entre 10 e 24 avaliaram suas prioridades para o mundo pós-2015. A pesquisa revelou que, no nível mundial, os jovens e as jovens consideram que “uma boa educação”, “um governo responsivo” e “uma melhor atenção à saúde” são os principais aspectos que marcariam melhorias em suas vidas. Para saber mais: http://vote.myworld2015.org/.

Sobre o UNFPA - Presente em cerca de 150 países, o Fundo de População das Nações Unidas-UNFPA é a agência do sistema ONU responsável por apoiar a implementação do Programa de Ação da Conferência Internacional de População e Desenvolvimento-CIPD. O UNFPA apresenta como

objetivos principais alcançar o acesso universal à saúde reprodutiva, promover os direitos reprodutivos e reduzir a mortalidade materna. Trabalha para melhorar a vida de mulheres, adolescentes e jovens, com ênfase na promoção dos direitos humanos, igualdade de gênero e raça, levando em consideração as dinâmicas populacionais. Contribui para um mundo onde cada gravidez seja desejada, cada parto seja seguro e cada jovem possa alcançar seu pleno potencial.

Mais informações:

Assessoria de Imprensa da SNJ (61) 3411 1407 / 3411 1469

imprensa@unfpa.org.br

Ulisses Lacava (61) 3038 9259 / (61) 9181 1000
Gabriela Borelli (61) 3038 9246 / 3038 9252
Alexandre Amorim (61) 3038 9261