Representação

Astrid Bant

Representante do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil

Dra. Astrid Bant é antropóloga, socióloga e psicóloga, formada pela University of Amsterdam e pela The New School for Social Research. Atualmente é mestranda em psicologia clínica. 

Ao longo de uma trajetória profissional de mais de 30 anos, trabalhou na implementação e coordenação de programas de desenvolvimento em países como Peru, Bolívia, Brasil, Holanda, Estados Unidos, Moçambique e Vietnã. 

Entre os temas de destaque em seu trabalho estão a equidade de gênero, raça e etnia; saúde sexual e reprodutiva; desenvolvimento e direitos humanos, em projetos e programas especialmente direcionados a mulheres, povos indígenas e em articulação com a sociedade civil e o setor público, em prol de políticas sociais. 

Os postos mais recente no Sistema ONU foram de representante do Fundo de População da ONU no Vietnã, entre 2014 e 2019, e de representante-adjunta em Moçambique, entre 2009 e 2014. Ainda no Sistema ONU, atuou como consultora para o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em um projeto de cooperação com o governo brasileiro, por meio da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), no ano de 2005, com foco em pesquisa sobre o uso de recursos naturais pelos povos Ashaninka, Kulina e Cashinahua no estado do Acre. Dois anos antes, entre 2002 e 2004, coordenou a implantação do Programa de Segurança Humana para América Latina e Caribe, com ênfase no Brasil e em Honduras, para a análise de políticas públicas e processos sociopolíticos relacionados ao aumento da incidência do HIV/AIDS entre mulheres, no antigo Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para Mulheres (UNIFEM). 

Atuou também em instituições da sociedade civil e governamentais, como International Women's Health Coalition e The Netherlands Development Organization, e foi secretária-executiva, entre 1995 e 1996, do Fórum de Organizações da Sociedade Civil sobre Mulheres para Beijing, no Centro para a Mulher Peruana Flora Tristan.

 

Junia Quiroga

Representante Interina do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil 
 

Júnia Quiroga é graduada em Ciências Sociais pela UFMG e doutora em Demografia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar), com período de Doutorado Sanduíche na Universidade da Califórnia em Berkeley. Ao longo de sua trajetória profissional, atuou na gestão e avaliação de políticas publicas, contemplando saúde, transferência de renda, assistência social, segurança alimentar e nutricional e ciência e tecnologia com ênfase na superação de desigualdades de gênero, raça e classe social. Servidora pública da carreira de Ciência e Tecnologia, nos últimos 15 anos atuou em diferentes pastas da administração pública federal: Saúde, Desenvolvimento Social e Combate a Fome e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.   


 

Saúde Sexual e Reprodutiva e Direitos

Anna Cunha – Oficial de Programa em Saúde Sexual e Reprodutiva
Nair Souza – Oficial de Programa para Segurança de Insumos em Saúde Sexual e Reprodutiva
Caio Oliveira – Oficial de Programa em HIV e Juventude

População e Desenvolvimento / Cooperação Sul-Sul

Vinicius Monteiro – Oficial de Programa para População e Desenvolvimento

Gênero, Raça, Etnia e Equidade

Rachel Quintiliano - Oficial de Programa para Equidade de Gênero, Raça e Etnia

Comunicação

Rachel Quintiliano – Oficial de Comunicação

Operações

Jorge de Oliveira - Gerente de Operações

Assistência Humanitária

Irina Bacci - Oficial de Programa para Assuntos Humanitários

Escritório em Roraima

Igo Martini – Oficial de Projeto para Assuntos Humanitários

Escritório em São Paulo

Juliana Soares – Oficial de Projeto para Parcerias do Setor Privado

Escritório na Bahia

Michele Dantas – Oficial de Projeto

Escritório em Foz do Iguaçu / Projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência em parceria com ITAIPU Binacional

Cintia Cruz – Analista técnica