Saúde materna

Desde 1990, o mundo viu um declínio de 44% no índice de mortalidade materna - uma conquista enorme, mas ainda longe dos 75% previstos pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Cerca de 830 mulheres ainda morrem todos os dias de complicações relacionadas à gravidez ou ao parto. Isto significa uma mulher morta a cada dois minutos.
 
Desde 1990, o mundo viu um declínio de 44% no índice de mortalidade materna - uma conquista enorme, mas ainda longe dos 75% previstos pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Cerca de 830 mulheres ainda morrem todos os dias de complicações relacionadas à gravidez ou ao parto. Isto significa uma mulher morta a cada dois minutos.
 
E para cada mulher que morre, 20 ou 30 lesões, infecções ou deficiências. A maioria dessas mortes e lesões são totalmente evitáveis. Fazer a maternidade mais segura é um imperativo de direitos humanos, e é o centro do mandato do UNFPA.
 
O UNFPA trabalha em todo o mundo com governos, especialistas em saúde e sociedade civil para capacitar trabalhadores de saúde, melhorar a disponibilidade de medicamentos essenciais e serviços de saúde reprodutiva, fortalecer os sistemas de saúde e promover os padrões internacionais de saúde materna.