Migração

O cenário das migrações internacionais no século XXI tem sido marcado por movimentos migratórios que incluem percursos cada vez mais intensos entre os países do Sul global. As restrições impostas pelos países do Norte para a entrada e permanência de migrantes internacionais consistem em importante elemento na reconfiguração das migrações e seus destinos no mundo hoje.

O cenário das migrações internacionais no século XXI tem sido marcado por movimentos migratórios que incluem percursos cada vez mais intensos entre os países do Sul global. As restrições impostas pelos países do Norte para a entrada e permanência de migrantes internacionais consistem em importante elemento na reconfiguração das migrações e seus destinos no mundo hoje.

As migrações Sul-Sul entre e em direção aos países da América Latina, na última década, demonstram a complexidade e heterogeneidade da imigração internacional. Tais movimentos mostram desafios para explicar e analisar as migrações entre os países da região, bem como de imigrações qualificadas, refugiadas e outras modalidades migratórias.

A migração internacional é um fenômeno heterogêneo, que envolve diferentes tipos de imigrantes e emigrantes, com necessidades e especificidades que devem ser contempladas para o acesso e exercício pleno de seus direitos humanos e de migrantes. Deve considerar se tratar de migrações, no plural, por envolver diferentes processos sociais e grupos migrantes.

As migrações Sul-Sul se encontram num processo mais amplo das migrações transnacionais, divisão internacional do trabalho e mobilidade do capital. Refletem e configuram condicionantes que ocorrem fora das fronteiras nacionais, com impactos na conformação da imigração no âmbito de cada país. 

O UNFPA trabalha para compreender estes fluxos migratórios e apoiar a construção e implementação de iniciativas e políticas públicas que possam garantir imigrações com acesso aos direitos e serviços sociais.