Saúde sexual e reprodutiva e direitos, saúde materna e neonatal e COVID-19

Nº de páginas: 6

Data de publicação: Março 2020

Autor: UNFPA

Não há evidências de efeitos adversos em mulheres grávidas em decorrência da COVID-19. As mudanças físicas e no sistema imunológico que ocorrem durante e depois da gravidez, no entanto, devem ser levadas em conta. É muito importante que todas as mulheres tenham acesso ao parto seguro e à continuidade de cuidados pré-natal e no pós-parto, incluindo testes de triagem de acordo com as diretrizes e padrões nacionais, especialmente em epicentros da pandemia, onde o acesso a serviços por mulheres grávidas, mulheres em trabalho de parto e prestes a dar à luz, assim como mulheres lactantes, são negativamente impactados.

Manter o serviço de saúde funcionando, preservar os serviços e informações de saúde sexual e reprodutiva, proteger trabalhadores de saúde e limitar o espalhamento da COVID-19 estão entre as recomendações desse resumo técnico.

Documento traduzido.