News

Universidade Federal de Roraima e UNFPA encerram com sucesso a Semana de Relações Internacionais

22 Novembro 2019
Oficial de Saúde Sexual e Reprodutiva do UNFPA Brasil, Anna Cunha, faz palestra a estudantes (Yareidy Perdomo/UNFPA Brasil)

Entre 29 de outubro e 1º de novembro, a Universidade Federal de Roraima foi palco da Semana de Relações Internacionais, em Boa Vista. O V encontro contou com a participação de mais de 140 estudantes, que debateram sobre os 25 anos da conferência do Cairo. O Fundo de população da ONU fez parte da programação durante a semana do evento aproximando a  comunidade estudantil a diversas temáticas relacionadas a direitos sexuais e reprodutivos, xenofobia, migração e refúgio na fronteira norte. 

 

Após a mesa de abertura, foi realizada uma palestra magna ministrada pela oficial de programa para  saúde reprodutiva e direitos do Fundo de População da ONU, Anna Cunha, que trouxe um compilado sobre os avanços da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), realizada em 1994, com foco também nas mudanças observadas no contexto brasileiro e os desafios relacionados à garantia de direitos para as populações em vulnerabilidade social, como adolescentes, pessoas com deficiência, LGBTI, indígenas e afro-descendentes. “A CIPD, foi um ponto de virada para as mulheres e o mundo, com conquista de liberdades e direitos reprodutivos, que se tornaram realidade para mais mulheres do que nunca. Isso foi possível porque governos, organizações internacionais, sociedade civil e ativistas se mobilizaram em torno dessas questões. Mas ainda há um trabalho inacabado a ser feito. Precisamos intensificar esforços para alcançar grupos que ainda se encontram às margens dessas garantias”,ressaltou. 

 

Com apoio do UNFPA, foi criado também um espaço para compartilhar com os estudantes universitários as formas e possibilidades de ingressar nas Nações Unidas, contando com a participação da Analista de Recursos Humanos do Fundo de População da ONU no Brasil, Ana Lúcia Monteiro,  e do Assistente de Campo em Roraima Lucas Rocha.

 

“Foi gratificante formar parte desse grande evento, em parceria  com a Universidade Federal de Roraima e trazendo essa importante temática. Acredito que é o nosso papel como UNFPA trazer esse debate após 25 anos da conferência, principalmente com a comunidade acadêmica, ficamos muito felizes de presenciar o interesse e a discussão dos alunos e a população em geral envolvida no encontro”, comenta Igo Martini, chefe de escritório do UNFPA em Roraima. 

 

O evento encerrou com uma mesa de debate sobre migração e refúgio no extremo norte, na qual participaram diferentes agências da Nações Unidas presentes no estado de Roraima, professores do curso de relações internacionais envolvidos na resposta ao fluxo migratório, assim como representantes da Defensoria Pública da União, e representante da Cátedra Sérgio Vieira de Melo da Universidade Federal de Roraima.