Você está aqui

Representante do UNFPA alerta para mortalidade materna na pandemia durante lançamento da campanha “Mudar o Jogo”

Na última sexta-feira (24), O Grupo de Trabalho Agenda 2030, que reúne organizações da sociedade civil em parceria com a Frente Parlamentar Mista, com apoio da Rede ODS e da União Europeia, lançou a campanha “Mudar o Jogo - Agenda 2030 para enfrentar a Covid”, uma ação de comunicação para reforçar a importância de seguir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável como norte de atividades e recuperação da pandemia. Convidada para integrar a mesa de abertura, a representante do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil (UNFPA), Astrid Bant, lembrou as ações que o UNFPA tem feito desde o começo da pandemia para diminuir o impacto da Covid-19 entre as pessoas em situação de maior vulnerabilidade e alertou para um fato preocupante: o aumento da mortalidade materna no Amazonas, onde o Fundo de População da ONU atua no apoio à população migrante e refugiada, assim como em outros locais do país.

“De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas, a Covid-19 aumentou significativamente a mortalidade materna no primeiro trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período em 2020. Esses dados representam um grande desafio ao UNFPA, pois nossa estratégia global busca alcançar os três zeros até 2030: zero necessidades não atendidas de contracepção, zero mortes maternas evitáveis e zero violência e práticas nocivas contra mulheres e meninas”, lembrou Astrid.

 

“O Fundo de População das Nações Unidas parabeniza a iniciativa da Campanha Mudar o jogo – Agenda 2030 para vencer a Covid-19. A agenda

2030 tem o potencial de transformar sociedades e o mundo na procura de sistemas mais sustentáveis”, observou Astrid.

A campanha contará com apoio de artistas, intelectuais, cientistas, influenciadores/as e demais formadores/as de opinião com o intuito de disseminar a mensagem sobre a importância de trabalhar para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, sobretudo agora. “O objetivo é colocar o Grupo de Trabalho da Agenda 2030 como uma rota de recuperação da Covid-19 e seus impactos na população, inclusive nos municípios do país”, afirmou Alessandra Nilo, representante do GT Agenda 2030.

Também estiveram presentes no lançamento da campanha o presidente da Frente Parlamentar Mista em Apoio aos ODS, deputado Nilto Tatto; o embaixador da União Europeia no Brasil, Ignácio Ibañez; a coordenadora da Rede ODS, Patrícia Menezes; o prefeito de Recife, João Campos, a deputada federal Erika Kokay; a diretora e representante do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) no Brasil, Cláudia Velasquez e o diretor adjunto da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), Jarbas Barbosa.

Veja mais informações sobre a campanha Mudar o Jogo aqui: https://gtagenda2030.org.br/campanhas/mudarojogo/