Statement

Protegendo parteiras para manter mulheres e bebês seguros em meio à pandemia de COVID-19

7 Abril 2020

Declaração da diretora executiva do UNFPA dra. Natália Kanem no Dia Mundial da Saúde

No Dia Mundial da Saúde, nós celebramos o primeiro Ano Internacional da Enfermeira e da Parteira. Parteiras e enfermeiras obstétricas são centrais para tudo que nós fazemos no UNFPA, a agência de saúde sexual e reprodutiva das Nações Unidas. Suas habilidades salvadoras de vida vão muito além de entregar bebês; parteiras educam, empoderam e habilitam mulheres a levar vidas mais saudáveis e a exercer seus direitos à saúde sexual e reprodutiva. 

Em meio à pandemia de COVID-19, que já infectou mais de um milhão de pessoas ao redor do mundo, profissionais de saúde são heróis desconhecidos trabalhando nas pontas. Parteiras arriscam suas próprias vidas para salvar mulheres grávidas e recém-nascidos. Elas garantem gravidezes seguras e sadias, tomando toda precaução para proteger as mulheres que ajudam. 

Parteiras e enfermeiras obstétricas desempenham um papel fundamental na resposta a emergências de saúde públicas como a COVID-19. Elas são essenciais para sistemas de saúde fortes e resilientes que precisamos para sobreviver ao coronavírus. É imperativo não comprometer serviços de saúde sexual e reprodutiva ao desviar parteiras para servir como pessoal de emergência. 

Parteiras e enfermeiras obstétricas que atendem pacientes fora de hospitais são fundamentais para manter as medidas de distanciamento social necessárias para conter a disseminação da doença. Quanto mais as parteiras estiverem prontas para visitar as casas de mulheres grávidas em comunidades rurais ou puderem oferecer atendimento pré-natal e do pós-parto por meio de telefone, então mais pessoas estarão aptas a evitar a transmissão ou ser infectadas por meio do coronavírus.

Enquanto o novo coronavírus varre o mundo, incluindo muitos países em desenvolvimento com sistemas de saúde frágeis, mulheres continuam a ficar grávidas e dar à luz. Parteiras são essenciais para assegurar gravidezes e partos seguros para todas as pessoas, em todos os lugares. Elas também fornecem informações e aconselhamento sobre contraceptivos para mulheres e pessoas jovens que necessitam, mesmo em tempos de crise.

Enquanto trabalhadoras de saúde da ponta, parteiras são particularmente vulneráveis ao vírus. Isso significa que mulheres grávidas e bebês estão em risco, também. Nós precisamos tomar ações urgentes para proteger parteiras. Isso inclui equipar todas as parteiras com os mesmos equipamentos de proteção individual que trabalhadores de saúde de ponta usam para proteger a si mesmos do contágio.

Ao redor de todo o mundo, parteiras estão enfrentando o desafio da COVID-19. Com o apoio do UNFPA, parteiras em países atingidos estão trabalhando noite e dia para oferecer cuidados para mulheres e bebês. Elas dizem que nunca vão abandonar seus bebês. 

Junto com a Organização Mundial da Saúde e outros parceiros, UNFPA está com as parteiras de todo o mundo, hoje e todos os dias. A vida continua apesar da pandemia; gravidez e parto não são exceções. Neste tempo difícil para todos, e particularmente para profissionais de saúde, vamos fazer tudo em nosso poder para proteger parteiras e enfermeiras obstétricas de forma que elas possam continuar mantendo mulheres e recém-nascidos seguros.