News

Nações Unidas lançam pesquisa para a juventude na América Latina e no Caribe no contexto da pandemia da COVID-19

20 Maio 2020

A crise mundial de saúde sem precedentes que estamos enfrentando atualmente está afetando todas as esferas da sociedade, mudando vidas e meios de subsistência. Em todos os tipos de crises e momentos de necessidade, desde mudanças climáticas a conflitos armados ou distúrbios políticos, os jovens e as organizações lideradas por jovens têm sido rápidos em agir e responder às necessidades dos outros. O mesmo está acontecendo agora durante a pandemia da COVID-19.

Embora atualmente a atenção esteja voltada para as pessoas mais imediatamente afetadas pelo vírus, há muitas indicações de que a pandemia da COVID-19 terá impactos sociais, culturais, econômicos, políticos e multidimensionais de longa duração nas sociedades como um todo, inclusive sobre os jovens, conforme destacado pelo Relatório do Secretário-Geral, “Responsabilidade Compartilhada, Solidariedade Global” (“Shared Responsibility, Global Solidarity”) (março de 2020). 

A pesquisa

 

O Grupo Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas na América Latina e no Caribe e os membros do Grupo Interagencial de Juventude da América Latina e Caribe estão comprometidos com as metas consignadas na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e na Estratégia da ONU para a Juventude. Portanto, o respeito por todos os direitos humanos – inclusive os direitos econômicos, sociais e culturais, bem como os direitos civis e políticos – é fundamental para o sucesso das respostas em relação à saúde pública e à recuperação pós pandemia.

Nesse contexto, a Organização das Nações Unidas está convidando adolescentes e jovens entre 15 e 29 anos de idade da América Latina e do Caribe a participar de uma Pesquisa, cujo objetivo é saber como estão vivenciando a pandemia da COVID 19, bem como suas preocupações atuais e sobre o futuro. A Pesquisa ficará disponível até 26 de maio de 2020.

Acesse e responda o formulário aqui.

Participação dos Jovens na Resposta

É cada vez maior o número de jovens que estão combatendo proativamente a propagação do vírus e trabalhando ou se oferecendo como voluntário para mitigar e lidar com os impactos da pandemia. Contudo, ao desenvolver iniciativas para apoiar os esforços dos jovens para agir de maneira segura e eficaz como agentes de mudança no contexto da pandemia da COVID-19, vários elementos importantes precisam ser levados em consideração, tais como a inclusão e a participação, o dever de cuidar, a confiança e o comprometimento.

Os resultados da Pesquisa servirão de guia à resposta das Nações Unidas na América Latina e no Caribe a fim de deter a disseminação da doença e mitigar as repercussões da pandemia. É essencial que a Organização das Nações Unidas reconheça os múltiplos e diferentes impactos que a pandemia da COVID-19 já tem causado e causará nos jovens e em seus direitos humanos.