Notícia

Fundo de População da ONU realiza doação de mais de 44 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para estado de Roraima

3 Dezembro 2020
UNFPA realizou nesta semana a entrega de mais de 44 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para a Secretaria de Estado de Saúde de Roraima (Foto: UNFPA Brasil/Pedro Sibahi)

Itens doados em Roraima para auxiliar no enfrentamento da pandemia de Covid-19 irão atender 14 serviços de saúde

Por Pedro Sibahi

O Fundo de População da ONU (UNFPA) realizou nesta semana a entrega de mais de 44 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para a Secretaria de Estado de Saúde de Roraima (SESAU). O investimento irá atender cerca de 14 serviços de saúde, entre maternidades e serviços especializados no atendimento à mulher, contribuindo para a segurança de pelo menos 1.300 profissionais da saúde durante a pandemia de Covid-19.

Entre os itens doados estão aventais, macacões, máscaras, protetores faciais, óculos e luvas. A doação é parte de um investimento de mais de R$ 2,8 milhões do UNFPA Brasil em compras de Equipamentos de Proteção Individual que foram distribuídos nos estados de Amazonas, Roraima, Pará, Bahia e Distrito Federal, somando mais de 1,106 milhão de itens.

“Os Equipamentos de Proteção Individual serão doados prioritariamente para serviços de atenção primária em saúde. As Unidades de Saúde que realizam pré-natal e as maternidades estão entre os serviços prioritários. O objetivo é fortalecer a ação local e apoiar a manutenção e a oferta desses serviços, essenciais, mesmo durante a pandemia de Covid-19”, disse a representante do Fundo de População da ONU no Brasil, Astrid Bant.

O governador de Roraima, Antonio Denarium, afirmou que “toda doação é muito bem-vinda. O Governo está fazendo sua parte, atendendo quem precisa e a prova disso é que já temos mais de 60 mil recuperados de Covid, após investirmos mais de 50 milhões durante essa pandemia. Essa corrente do bem é muito importante e iniciativas como essa do Fundo de População da ONU são essenciais neste momento, pois estamos em guerra contra o Coronavírus e precisamos de toda ajuda possível, principalmente em relação aos EPIs, tão imprescindíveis para evitar que nossos valorosos profissionais da saúde fiquem doentes”.

Como parte do enfrentamento à pandemia da Covid-19, o Fundo de População da ONU recomenda a garantia de acesso a serviços de saúde materna e neonatal, como parto seguro, além de serviços de saúde sexual e reprodutiva. E ainda, o UNFPA observa o cuidado com o aumento da violência de gênero, e a escassez de contraceptivos, que podem levar a gravidezes não intencionais, caso não estejam disponíveis.

A utilização de EPI é outra ferramenta de prevenção e mitigação do contágio do novo Coronavírus. O Ministério da Saúde em suas recomendações de proteção aos trabalhadores da saúde reforçou a eficiência no uso de EPI para minimizar os riscos. E a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no mês de março, já previa uma alteração na forma de uso de EPI por conta do aumento da demanda de atendimentos, e sua eventual escassez.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso de EPI faz parte das medidas de controle do vírus, assim como o distanciamento social, higienização, testagem e a busca por informações confiáveis

 

_____________________________

VOCÊ JÁ OUVIU O PODCAST "FALA, UNFPA"?

O Fundo de População das Nações Unidas no Brasil lançou o podcast "Fala, UNFPA" que aborda temas como saúde sexual e reprodutiva, equidade de gênero, raça e etnia, população e desenvolvimento, juventude, cooperação entre países do hemisfério sul e assistência humanitária. Tudo isso, claro, a partir de uma perspectiva de direitos humanos. Saiba mais clicando aqui.