Você está aqui

Propostas de fortalecimento abrangem 10 organizações distribuídas nas cinco regiões do país. 

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) retifica nesta sexta-feira (07/10) a lista divulgada no dia 22 de setembro, com os nomes selecionados pela terceira edição do edital Nas Trilhas de Cairo. Foram 10 organizações da sociedade civil, de cada uma das grandes regiões do país. As organizações selecionadas trabalham com diversos temas ligados ao mandato do UNFPA. 

O edital Nas Trilhas de Cairo foi criado com o propósito de fortalecer organizações da sociedade civil para aperfeiçoar seu desenvolvimento institucional visando a contribuir com a atuação e protagonismo da sociedade civil em prol da implementação do Programa de Ação da da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento, a Conferência do Cairo, realizada em 1994. Ainda, o edital se vincula e fortalece a sociedade civil para o seguimento de outros marcos internacionais, como o Consenso de Montevidéu, a Cúpula de Nairóbi e, finalmente, a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O terceiro edital contemplará com cerca de R$ 50 mil cada uma das seguintes organizações, totalizando R$ 500 mil: 

 

OSC Contemplada UF
ABENFO Nacional
Associação das Prostitutas da Paraíba PB
Católicas pelo Direito de Decidir SP
Cepia RJ
Organização Tamo Juntas BA
Ilê Omolu Oxum RJ
Instituto Mulheres da Amazônia AC
Raj Retomada Aty Jovens Guarani Kaiowa MS
ReHuNa DF
Themis RS

 

Uma característica primordial deste apoio é que além dos recursos, as organizações também participarão de capacitações sobre prestações de contas, comunicação e advocacia para os direitos humanos, bem como sobre os marcos internacionais que norteiam o trabalho do UNFPA. “O edital Nas Trilhas de Cairo vem se consolidando e recebendo não só uma grande quantidade de propostas, como também de excelente qualidade. Isso aumenta a nossa convicção sobre a relevância desse mecanismo. Estamos certos quanto à importância de se fortalecer o protagonismo da sociedade civil, bem como contribuir com a formação, adensamento e consolidação de redes entre as organizações, visando à implementação do Programa de Ação do Cairo”, argumenta a representante auxiliar do Fundo de População da ONU, Júnia Quiroga.

Por meio do edital Nas Trilhas do Cairo, o UNFPA contribuirá com o fortalecimento de organizações que trabalham diretamente com públicos estratégicos para seu mandato no Brasil, como mulheres, meninas, adolescentes e/ou jovens, população negra, população indígena, pessoas LGBTI+, pessoas vivendo com HIV, moradores de favelas, trabalhadores informais, população privada de liberdade, população migrante ou refugiada, população em situação de rua e pessoas em extrema pobreza.