News

UNFPA defende qualificação da gestão e troca de experiência entre países na assistência farmacêutica

22 Novembro 2018
O evento é promovido pelo Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (Foto: UNFPA Brasil/Giselle Cintra)

A troca de conhecimento entre as organizações, dentro e fora dos países da América Latina e Caribe, é fundamental para desenvolver tecnologias mais avançadas e otimizar processos na área de assistência farmacêutica. Este foi um dos pontos levantados pelo assessor regional para Segurança de Insumos do UNFPA, Federico Tobar, durante o Congresso Brasileiro de Assistência Farmacêutica. Ele esteve entre os convidados do evento, que iniciou em Brasília nesta quarta-feira, 21, e segue até sexta, 23.

Realizado pelo Ministério da Saúde e promovido pelo Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (DAF), o congresso tem como objetivo atualizar e ampliar o conhecimento dos profissionais da área da saúde com publicações, políticas, medicamentos e tecnologias voltadas a área farmacêutica. Mesas redondas, palestras e uma mostra fazem parte da programação do evento.

A experiência brasileira, em especial com o Sistema Único de Saúde, também foi destacada pelo assessor do UNFPA. “O Fundo de População tem a oportunidade de compartilhar conhecimento sobre detectar, avaliar e disseminar boas práticas e, ao mesmo tempo, pode aprender com o SUS e levar todas as experiências bem inovadoras do Brasil para o resto do mundo.” 

Para a diretora do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (DAF), Cleonice Gama, é preciso dar atenção à qualificação da assistência farmacêutica com foco na gestão e no cuidado aos pacientes. “Temos grandes desafios na área da saúde, como financiamento e a questão de altos investimentos em medicamentos. A gente precisa pensar não só no acesso [aos medicamentos], como também no uso racional. E uma gestão adequada voltada para o cuidado com o usuário é fundamental.”


Da esq. para a dir.: Diretora do DAF, Cleonice Gama; Assessor Regional do UNFPA para América Latina e Caribe, Federico Tobar e Assessora Técnica para Segurança de Insumos em Saúde Sexual Reprodutiva do UNFPA, Nair Souza (Foto: UNFPA Brasil/Giselle Cintra)

Parceria

O Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF) é hoje, um dos pilares da política de saúde no Brasil e funciona como parcela fundamental na garantia ao acesso integral, equânime e universal aos medicamentos no SUS. Em março, UNFPA e DAF firmaram um acordo para melhorar a qualidade da assistência farmacêutica no Brasil. 

“A parceria é fundamental”, ressalta a diretora do DAF. “Com ela, podemos levar a assistência farmacêutica para um outro patamar, com uma gestão mais qualificada e com ferramentas adequadas. O nosso projeto de parceria com a ONU traz a questão da inovação, da capacitação e de uma gestão qualificada voltada principalmente para as pessoas.”

“Somos uma agência focada em saúde reprodutiva, mas sabemos que somente garantir a disponibilidade de contraceptivos e medicamentos para tratamento da gestante no parto não é suficiente. Precisamos de um enfoque amplo”, completa Tobar.

Sobre o congresso

O Congresso Brasileiro de Assistência Farmacêutica traz como tema gestão e cuidado na qualificação da assistência farmacêutica. Tem como objetivo apresentar as principais ações executadas pelo Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (DAF/SCTIE/MS) nos últimos anos, além de discutir o atual cenário da Assistência Farmacêutica em âmbito nacional e identificar propostas que orientem a continuidade da sua qualificação no Brasil. Mais informações em https://www.cicb.com.br/