News

Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Pará e UNFPA discutem saúde da mulher na atenção primária

12 Agosto 2020
Webinário foi realizado em parceria com o Cosems/PA (Divulgação/CosemsPA)

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Pará (Cosems/PA) em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) realizou na última semana um webinário com o tema "Experiência do Distrito Federal nos serviços da Atenção Primária à Saúde, com ênfase na saúde da mulher durante a pandemia”, que teve como palestrante o coordenador de Atenção Primária da Secretaria Estadual de Saúde do Distrito Federal, Fernando Erick. O evento online contou ainda com a participação do presidente do Conselho, Charles Tocantins e da Oficial de Programa em Saúde Sexual e Reprodutiva da UNFPA, Nair Souza. 

Fernando Erick apresentou a estrutura da Atenção Primária do Distrito Federal, destacando os números e características dos casos da Covid-19 no Estado. Ele ainda fez uma explanação sobre as estratégias tomadas, além de apresentar a expansão e qualificação dos serviços da atenção primária no atual cenário de pandemia. “Estamos numa situação atípica muito delicada no âmbito da saúde. Tivemos de fazer adaptações dos serviços diante das circunstâncias provocadas pela pandemia. Isso nos obrigou a mudar a forma de trabalho e determinou toda nossa rotina”, disse Erick 

De acordo com Charles Tocantins a pandemia da Covid-19 causou impactos na atenção primária, inclusive com a paralisação de alguns serviços logo no pico da doença. Ele ressaltou que a região amazônica teve consequências maiores devido às dificuldades de acesso e até mesmo para a fixação de médicos no interior. “Percebemos que a experiência do Distrito Federal tem sido bem sucedida, visto que eles têm uma estruturação muito bem elaborada, principalmente relacionada aos recursos humanos. Outro fator positivo é a qualificação das equipes diante da pandemia e o planejamento da rotina”, disse. 

Lembrando que o Cosems firmou parceria com a UNFPA para promoção de diversas atividades conjuntas, voltados à saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes e garantia de direitos das mulheres.  Entre as ações está o projeto volltado para a Ilha do Marajó, que inclui a distribuição de kits dignidade a gestantes e puérperas, que contém insumos para higiene pessoal. Nair Souza reforçou a importância da parceria com o Conselho com a UNFPA, lembrando os próximos eventos a serem realizados. “Além disso, teremos ainda outros webinários a cada quinze dias voltados para essa temática”, lembrou.