Cooperação Sul-Sul

Cooperação Sul-Sul é a modalidade de cooperação técnica internacional que se dá entre países em desenvolvimento, que compartilham desafios e experiências semelhantes. Ela difere da tradicional Cooperação Norte-Sul (onde países desenvolvidos do Hemisfério Norte colaboram com países em desenvolvimento do Hemisfério Sul).

Cooperação Sul-Sul é a modalidade de cooperação técnica internacional que se dá entre países em desenvolvimento, que compartilham desafios e experiências semelhantes. Ela difere da tradicional Cooperação Norte-Sul (onde países desenvolvidos do Hemisfério Norte colaboram com países em desenvolvimento do Hemisfério Sul).

Na última década, o Brasil tem investido esforços e recursos em programas voltados para países da América Latina e Caribe, África e Ásia, através da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), ligada ao Ministério das Relações Exteriores. Por essa razão, o Brasil foi o primeiro país a ter Cooperação Sul-Sul como parte integrante do Programa de País do UNFPA acordado com o Governo.

Desde 2002, o UNFPA Brasil desenvolve iniciativas de Cooperação Sul-Sul. Tal Cooperação está baseada nas capacidades de indivíduos e instituições brasileiras e visa maximizar a troca de boas práticas para atender às necessidades de países parceiros.
 
O UNFPA Brasil e o Governo Brasileiro financiam conjuntamente as iniciativas Sul-Sul em população. Iniciativas Sul-Sul podem adotar arranjos diferentes de implementação, incluindo aqueles envolvendo países desenvolvidos e em desenvolvimento, academia, sociedade civil e outras agências, fundos e programas das Nações Unidas.
 
A Agência Brasileira de Cooperação/Ministério das Relações Exteriores e o UNFPA articulam necessidades concretas e parceiros potenciais para atendê-las.
 
Na área de Cooperação Sul-Sul, o UNFPA apoiou a cooperação entre países no que se refere à capacidade de produzir e analisar dados demográficos, serviços de saúde sexual e reprodutiva amigáveis para jovens, iniciativas para promover a igualdade de gênero, incluindo atenção às mulheres em situação de violência, e saúde dos homens. 
 
No atual Programa de País, o objetivo em Cooperação Sul-Sul é promover o Programa de Ação da Conferência Internacional de População e Desenvolvimento, considerando suas conexões com a Agenda 2030, por meio dessa modalidade de cooperação. Com esta finalidade, o UNFPA atua como um mediador/portador de conhecimentos que pode preencher lacunas de conhecimento através da conexão entre demanda e oferta de capacidade técnica, experiências e tecnologia, no marco das diretrizes operacionais para apoio das Nações Unidas à Cooperação Sul-Sul e Triangular.